Líquidos Auxiliares Indispensáveis Para Pintura Em Tela

0
83
views
Líquidos auxiliares indispensáveis para pintura em tela
Líquidos auxiliares indispensáveis para pintura em tela
Líquidos Auxiliares Indispensáveis Para Pintura Em Tela
5 (100%) 2 votes

Os líquidos auxiliares são tão essenciais para as artes plásticas que tiveram papel determinante na aceitação e no aperfeiçoamento de técnicas como a pintura a óleo.

Eles dificilmente chamam atenção quando o artista se vê diante de prateleiras cheias de tintas e pincéis. Contudo, os líquidos auxiliares também tem função primordial na pintura, já que tornam os materiais mais adequados á aplicação na tela.

Sua utilização deve ser cautelosa, isto é, eles devem ser aplicados em pequenas quantidades e os recipientes precisam estar sempre vedados, já que seus vapores podem causar irritações, respiratórias e oculares, além disso, alguns são altamente inflamáveis. Então, anote a dica vale para todos: pintura, só em ambientes bem ventilados!

1. Verniz damar
Liquido insolúvel em aguarrás mineral e solúvel em essência de terebintina, que facilita sua aplicação na pintura. Fabricado a partir de uma árvore chamada damar, é destinado a acabamentos de telas a óleo, conferindo-lhes brilho e protegendo-as. O mais indicado é passá-lo somente um ano após o término da obra.

2. Médium
Sempre misturados as tintas em quantidades moderadas, para não alterar suas propriedades, os médiuns deixam-nas mais flexíveis, facilitando seu uso. Eles são atóxicos e têm uma peculiaridade: os próprios para tinta a óleo aceleram a secagem do trabalho, enquanto os médiuns acrílicos retardam-na.

3. Gel para matizar
Próprio para pinturas acrílicas, dilui a tinta, propiciando a mistura de cores e a realização do matizado. Facilita a aplicação dos tons escolhidos e colabora para a sua fluidez, além de retardar a secagem.

4. Essência de terebintina
Feita a partir de pinheiros e coníferas, possui agradável, é transparente e pode escurecer com o tempo. Além de diluir as tintas a óleo, auxilia no preparo de vernizes e atua na limpeza de pincéis e espátulas. Quando misturada ao óleo de linhaça, confere brilho ás telas e acelera sua secagem. Menos inflamável que outros solventes, e uma opção segura, desde que em boas condições de ventilação, embora haja casos de pessoas alérgicas.

5. Verniz geral
Necessário para impermeabilizar, proteger e homogeneizar pinturas, além de torná-las brilhantes. É solúvel em produtos com aguarrás mineral e tiner, tem boa aderência e durabilidade e seca lentamente.

6. Secante de cobalto
É o mais procurado por ser menos nocivo, além de não causar escurecimento na tela com o passar dos anos. Deve ser usado em pequenas dosagens para evitar alterações na fixação dos pigmentos. Sua aplicação se dá principalmente em pinturas compostas por veladuras ou finas camadas de tinta. Veja também: Secante de cobalto como usar corretamente

7. Óleo de linhaça
É o mais popular aglutinante da pintura óleo por apresentar menos desvantagens. É natural e atóxico e causa o menor escurecimento possível na obra. Utilizado na diluição da tinta, facilita sua aplicação e aderência. Pequenas quantidades já são suficientes para formar uma película elástica e transparente na tela, proporcionando-lhe brilho e retardando ligeiramente sua secagem.

8. Diluente eco
Produto biodegradável, utilizado para diluir as tintas e limpar os instrumentos essenciais á pintura, tais como pincéis, trinchas e espátulas. Apesar de contar com as mesmas funções da aguarrás mineral e da essência de terebintina, não tem os cheiros fortes que os caracterizam e possui um poder de solvência inferior.

9. Aguarrás mineral
Este destilado de petróleo dispõe de propriedades semelhante ás da essência de terebintina. Dissolve tinta a óleo, limpa utensílios para pintura e evapora em um tempo considerado adequado pelos artistas. Considerado ligeiramente tóxico, pode causar alergias a pessoas mais sensíveis. Por outro lado, não estraga com o tempo não deixar resíduos pegajosos e costuma ser mais barato que a terebintina.

10. Diluente
Atua na diminuição da densidade das tintas, facilitando sua manipulação, sem alterar a consistência ou o brilho da matéria prima, o que não compromete a qualidade do trabalho final.

11. Verniz transparente
Assim como outras variedades de verniz, o transparente deve ser distribuído pela superfície de maneira uniforme, formando finas camadas, que também atuarão como película protetoras.

12. Espessante acrílico
Para aumentar a viscosidade tinta acrílica, este produto é ideal, à medida que não modifica a sua resistência, desde que utilizado com moderação.

Deixe sua avaliação. Se gostou, compartilhe com os amigos, siga-nos nas redes sociais, assine nossa news e fique sempre por dentro das novidades.

Junte-se aos mais de 5 mil inscritos e fique sempre por dentro da novidades. Receba as dicas no seu email.
* campos obrigatórios

Deixe seu comentário

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here