Teoria das cores – Tons de cinzas

1
829
views
teoria das cores tons de cinzas cromáticos acromáticos quentes frios
teoria das cores tons de cinzas cromáticos acromáticos quentes frios
Teoria das cores – Tons de cinzas
5 (100%) 2 votes

Assim como a cor branca é o resultado de todas as outras cores, sendo de luz, e a cor preta é a ausência de luz, o cinza também não é considerado uma cor, mas sim uma neutralidade entre a luz e a escuridão.

Existem dois tipos de cinzas: os acromáticos e os cromáticos.

A cor cinza é muito utilizada na representação de objetos metálicos ou vidráceos, sendo uma tonalidade que causa a impressão sensorial de algo frio.

Cinzas cromáticos são aqueles que furtam as tonalidade das cores à sua volta. Por exemplo, há cinzas cromáticos frios e quentes, cujo efeito acontece a partir de uma pequena mistura de cores. Quando a combinação de cores como azul, verde e roxo resulta na cor cinza ocorre o efeito de cinzas cromáticos frios. Já quando a mistura é de cores como amarelo, laranja e vermelho, acontece o efeito de cinza cromáticos quentes.

Cinzas cromáticos quentes

1. Cinza cromático amarelado – Mistura do cinza-claro com cerca de 10% a 20% de amarelo. A combinação é ótima para representar metais envelhecidos.

2. Cinza cromático alaranjado – Mistura do cinza-claro com aproximadamente, 10% a 20% de laranja. Ótimos para representar metais cromados.

3. Cinza cromático avermelhado – Mistura do cinza-claro com mais oi menos 10% a 20% de vermelho. Ótimo para representar metais em altas temperaturas.

Cinzas cromáticos frios

1. Cinza cromático azulado – Mistura do cinza-claro com cerca de 10% a 20% de azul. A combinação é ótima para representar peças de metal e vidro, como talheres, armas brancas e vidraçarias.

2. Cinza cromático esverdeado – Mistura do cinza-claro com aproximadamente, 10% a 20% de verde. Ótimos para representar metais escovados.

3. Cinza cromático roxeado – Mistura do cinza-claro com mais oi menos 10% a 20% de roxo. Ótimo para representar metais em baixas temperaturas.

teoria das cores cinzas cromáticos quentes e frios
teoria das cores cinzas cromáticos – quentes e frios

Cinzas acromáticos
Cinzas acromáticos são os cinzas naturais resultantes da mistura de pigmento de tintas branca com o preto, que podem ser mais claros ou mais escuros, conforme a quantidade de cor de pigmentos misturados entre si. Assim, podemos ter uma tonalidade muito suave de cinza, próxima da cor branca, como também uma tonalidade muito forte, próximo a cor preto. Por isso, é possível obter neutralidades em pinturas, para que não fiquem muito fortes e grosseiras. Dependendo de sua polidez ou transparência, é possível captar brilho de luz e reflexos opacos.

1. Cinza natural, resultado da mistura de 50% de preto e 50% de cor branca.

2. Cinza natural, resultado da mistura de 20% de preto e 80% de cor branca.

3. Cinza natural, resultado da mistura de 70% de preto e 30% de cor branca.

Deixe sua avaliação. Se gostou, compartilhe com os amigos, siga-nos nas redes sociais, assine nossa news e fique sempre por dentro das novidades.

Junte-se aos mais de 5 mil inscritos e fique sempre por dentro da novidades. Receba as dicas no seu email.
* campos obrigatórios

Deixe seu comentário

Loading Facebook Comments ...

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here